sábado, 4 de dezembro de 2010

Rua do Turista é inaugurada em Aracaju

Antiga Rua 24 Horas, inaugurada na noite desta segunda, 29, foi recuperada através de um investimento do Governo de mais de um milhão de reais.

A geração de empregos, o incremento do turismo e a revitalização do Centro de Aracaju serão alguns dos benefícios proporcionados pela Rua do Turista. Depois de seis anos desativado, o espaço que abrigava a antiga Rua 24 Horas foi reaberto ao público na noite desta segunda-feira, 29, pelo governador do Estado, Marcelo Déda. Recuperado através de um investimento de R$ 1.406.800,18, o ambiente seguirá com o mesmo conceito da estrutura anterior, mas terá como maior diferencial a instalação de um novo Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac).
"O Estado tem que cumprir o papel de viabilizar, através de suas ações, o crescimento da nossa economia, com a geração de empregos para o nosso povo. O turismo e o comércio são dois elementos fundamentais para o crescimento de Sergipe. E esse espaço é importante tanto do ponto de vista econômico, na geração de emprego, na abertura de novas oportunidades de negócios, quanto do ponto de vista turístico, porque cria um novo espaço para os nossos visitantes", colocou Marcelo Déda.
O governador ressaltou que o ambiente não funcionará 24 horas em virtude de não haver uma tradição entre os aracajuanos e turistas que visitam a cidade de uma permanência naquele espaço por toda a madrugada. "Talvez nem mesmo os comerciantes tivessem suporte de capital para bancar os custos de uma folha de pagamento estendida ao longo de 24 horas", explicou Déda, lembrando que o funcionamento de segunda a sexta-feira irá das 8h às 20h - já no sábado será das 8h às 14h.
Segundo o governador, o objetivo do poder público estadual será manter a estrutura como uma "passarela de comunicação" do comércio aracajuano com o centro de artesanato e turismo presente na antiga Rua 24 Horas. "E dotá-la de uma estrutura mínima de comercialização, estimulando novos negócios, estimulando a geração de empregos e viabilizando um ‘oásis' no Centro da cidade aonde o turista e o aracajuano que vem fazer compras podem visitar essas lojas, ajudando a revitalizar o Centro comercial da nossa capital", acrescentou.
Mas para assegurar a presença de um bom público de forma constante no local, o Governo decidiu instalar na Rua do Turista o primeiro Ceac do Centro aracajuano. "É uma loja que nós temos, para praticar uma atividade que é nossa finalidade: servir ao povo. E para atender uma demanda do povo sergipano, que é ampliar a rede de Ceac's. Então concebemos o Ceac do Centro de Aracaju; todo o primeiro andar vai ser a sede", concluiu Déda, revelando que a novidade será inaugurada já no próximo mês de março.
Revitalização

Outra consequencia positiva, destacada pelo prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, está na contribuição significativa que a melhoria proporcionará ao processo de revitalização do Centro histórico da capital. "É um esforço que nós temos empregado nesse sentido e essa obra vem para se somar", disse o prefeito, que coloca ainda no mesmo contexto a ampla reforma realizada pelo Governo do Estado no Palácio-Museu Olímpio Campos.
"Com a abertura de espaços como esse nós damos uma destinação e uma utilidade ao Centro de Aracaju, trazendo para cá sergipanos e turistas. Com isso aqui funcionando teremos mais uma atração, beneficiando inclusive aqueles que têm lojas nas cercanias", opinou Marcelo Déda.
Centro de Turismo
Ainda na Rua do Turista, está previsto para o início de 2011 o investimento de R$ 330 mil na reforma do Centro de Turismo localizado logo na entrada que fica em frente à praça Olímpio Campos. "Vai passar por um processo de reforma, com recursos já captados e licitação em curso", informou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo (Sedetec), Jorge Santana.
Shopping
A antiga Rua 24 horas foi inaugurada em 1994, mas foi fechada em 2004 com o objetivo de ser transformada num shopping. "Era um investimento muito alto e não houve investidor privado interessado", comenta o secretário Jorge Santana. Como o projeto não obteve êxito, foi abandonado durante os anos seguintes.
"Quando iniciamos no Governo encontramos o prédio abandonado. Então iniciamos as tratativas e conseguimos finalmente fazer a reforma, modernizando e incorporando equipamentos novos como o Ceac", exalta Santana. "É um espaço que oferta maior conforto; uma obra marcante, pelo que foi no passado e o que passa a ser", diz.
Detalhes

Desde já estão abertas as 14 lojas comerciais situadas no térreo da Rua do Turista. O local também possui três lanchonetes, quatro banheiros adaptados para deficientes físicos e palco para shows - toda a manutenção ficará sob a responsabilidade da empresa que venceu o processo licitatório realizado para tal fim. Além do Ceac, uma novidade será a Sala Avenida Brasil (antigo Cinema Vitória), que terá suas atividades administradas pela Casa Curta-Se.
Trata-se de um projeto de Emenda Parlamentar do deputado federal Iran Barbosa que está cadastrado e tramitando no Ministério da Cultura desde 2009, esperando empenho e execução financeira para que seja possível comprar os equipamentos e poltronas previstos no projeto e definitivamente implantar a sala, que tem capacidade para 130 lugares. 

Um comentário:

  1. Muito bom seu blog estar de parabens da uma olhada no meu http://fallconny-diversidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir